Notícias

Transição Capilar



Olá Griffetes, tudo bom?  Hoje vamos falar sobre a transição capilar e se você ainda não sabe muito bem sobre que é a transição, vamos te deixar por dentro do assunto mais comentado entre as cacheadas.



O que é?



Bom, na prática, transição capilar é o período que deixamos de lado as químicas ou processos que transformam a estrutura do nosso fio (alisamentos, progressivas, definitivas, permanentes, chapinha em excesso e etc.) para trazer de volta o cabelo natural.  E não estamos falando só em abandonar os processos químicos, a transição é o momento em que a mulher decide se aceitar e a se amar do jeitinho que ela é! Imagina uma vida livre sem toda aquela preocupação de ter que escovar cabelo e fazer chapinha para ficar “bonita”... Quem disse que tem que ser lisa pra ser bonita? Simplesmente incrível é poder se olhar no espelho e entender que a real beleza é aquela que te faz bem!  A transição capilar é o primeiro passo para você se assumir linda, como veio ao mundo, assumir seu cabelo como ele é, mas é claro, o mais importante de tudo isso é gostar do que você vê no espelho, ser você mesma como quer que seja: ondulada, cacheada ou crespa.



Como fazer?



Deixe de usar processos químicos no cabelo, pare de brigar com a natureza, se assim for da sua vontade, é claro! É difícil? Sim, muito, precisa de paciência para deixar as madeixas crescerem e quando começa aquela raizinha, meu DEUS, que vontade de que dá. Resista bravamente! Use produtos para auxiliar no crescimento dos fios, trate, cuide, inove em penteados, use turbantes, tiaras e laços, mas resista! Depois de um tempo faça seu BC... aha não sabe o que é o BC? Cola aqui que a gente te conta. Famoso Big Chop, sim o Grande Corte. Deixe a raiz crescer até um tamanho que se sinta confortável para passar a tesoura e quem sabe tirar de vez, ou pelo menos a maior parte das pontas quimicamente processadas. E se você acha que existem mulheres que passam a máquina nas madeixas bem antes de crescerem o suficiente?! Você está completamente certa. Sim! Tem as supercorajosas que preferem cortar de vez o “mal pela raiz”, livres de qualquer química. Pode ser uma experiência libertadora. Mas não se preocupe, você não vai precisar fazer “O Big Chop”, pode fazer vários “Big Chopinhos”. A medida que se sentir confortável elimine as pontas, se preferir esperar, espere e não se desespere! O intuito do processo não é apenas ter o cabelo cacheado, mas sim, fazer dele aquilo que te faz bem, afinal, SEU CABELO, SUAS REGRAS!!!


Voltar